Sb 23 Nov 21H30

TEATRO

ERMELINDA DO RIO

NOCTURNO PARA VOZ E CONCERTINA
[Comprar bilhete] [Enviar a um amigo]

AUDITÓRIO 6,00€ | 4,00€ (cartão amigo, cartão sénior e jovem municipal) | SESSÃO c/ lugares marcados


GÉNERO DRAMA| 55 MIN | M/12


“Nocturno para voz e concertina” é o subtítulo do testemunho dorido de quem perdeu grande parte da família na maior catástrofe natural em Portugal, desde o terramoto de 1755. As cheias do Tejo a 26 de novembro de 1967 no ribatejo e arredores de Lisboa, serviram de inspiração para João Monge escrever na primeira pessoa, um poema narrativo pelos olhos de uma menina e de sua mãe, que vivem a tragédia de sobreviver para assistir impotentes ao desaparecimento da sua família, de amigos, de conhecidos, e bastou uma noite de chuva, como tantas outras, para que de madrugada o mundo estivesse virado do avesso. 


João Monge, texto, Maria João Luís, encenação e interpretação, Miguel Leiria Pereira, Sofia Pires, Sofia Queiroz Orëibir, José Peixoto, música para três contrabaixos, José Carretas, cenografia, Pedro Domingos, desenho de luz, Clarisse Ricardo, assistência de encenação e design gráfico, Rita Costa, produção, Vitorino Coragem, fotografia de cena, Pedro Domingos, direção de produção, Teatro da Terra 2019, produção 


[Espetáculo promovido pelo Cine-Teatro de Estarreja]


Evento com serviço de BABYSITTING para mais informações e/ou inscrição consulte aqui: