Sb 24 Fev 21H30

DANÇA


VESPA
Solo Com RUI HORTA
[Comprar bilhete]
[+ info] [Enviar a um amigo]

PALCO 5€ | 3€ (CARTÃO AMIGO, CARTÃO SÉNIOR E JOVEM MUNICIPAL)


DANÇA | 60 MIN. | M/16


 “Vespa” é uma peça sobre uma cabeça a explodir, sobre o que nem sequer falhámos porque nos coibimos de cumprir. Na dupla condição de voyeur, a do outro e a de si próprio, o público compõe o tétris do personagem em cena, desafiando a sua própria conceção do registo público e privado. Este solo é uma possibilidade, uma fractal, marca fugaz. Rui Horta é um veterano selvagem. Só essa condição lhe permite, hoje, a ousadia e a obstinação de voltar ao palco após 30 anos de ausência. Ou é, ou não é. Então, que seja. Que haja luz, fogo, dor e, sobretudo, corpo. Que haja um raio que ilumina e destrói. Mas que haja. Que seja. Uma vespa dentro da cabeça, um zumbido a roer o pensamento.


Rui Horta coreografia, iluminação, interpretação, Tiago Cerqueira música original, Tomé Galvão Fernandes participação especial, Tiago Rodrigues, Marlene Monteiro Freitas aconselhamento artístico, Pia Kramer, Mariana Brandão apoio dramatúrgico, Tiago Coelho direção técnica, Mariana Brandão direção de produção e difusão, O Espaço Do Tempo produção executiva e residência artística, Centro Cultural Vila Flor / Guimarães, Convento São Francisco / Coimbra, Teatro Aveirense/Aveiro Centro de Arte de Ovar/Ovar Hellerau Europäisches Zentrum der Künste / Dresden co-produção


[espetáculo promovido pelo Cine-Teatro de Estarreja]

Solo Com  RUI HORTA
Sb 17 Mar 21H30

DANÇA


DENTRO DO ABRAO
COMPANHIA DE DANA DE ALMADA
[Comprar bilhete]
[+ info] [Enviar a um amigo]

AUDITÓRIO | 5€ |3€ (CARTÃO AMIGO, CARTÃO SÉNIOR E JOVEM MUNICIPAL)


DANÇA | 60 MIN | M/6


"Dentro do Abraço" é um espetáculo coreográfico que resulta do cruzamento entre os universos pessoais dos artistas da Companhia de Dança de Almada, e elementos da população local que, através de laboratórios itinerantes, integram o processo de criação de um objeto artístico. Uma peça que funciona como um percurso pela micro-geografia emocional do Abraço, um elemento universal de união, concílio, partilha e emoção.


Bruno Duarte coreografia, conceção de cenário, seleção, edição musical, de imagem, José Luís Peixoto texto, Catarina Morla figurinos e adereço, Cláudia Rodrigues desenho de luz, José Pacheco sonoplastia e edição de voz, Maria João Lopes assistente de coreógrafo, ensaiadora, Beatriz Rousseau, Bruno Duarte, Francisco Ferreira, Joana Puntel, Luís Malaquias, Mariana Romão e a estagiária Beatriz Coutinho interpretação, Nuno Gomes, Afonso Duarte voz, Maria Franco direção artística


[espetáculo promovido pelo Cine-Teatro de Estarreja]

COMPANHIA DE DANA DE ALMADA