Qua 19 Nov 18H00
Qui 20 Nov 18H00
Sex 21 Nov 18H00
SERVIÇO EDUCATIVO | PARTICIPAÇÃO LIVRE

WORKSHOP ESTARREJAZZ’08

[Enviar a um amigo]
Professores:
Trompete e bocais: Tomás Pimentel
Guitarra: Ricardo Pinheiro
Saxofones (soprano, alto, tenor) e palhetas: João Guimarães
Bateria: Marcos Cavaleiro
Contrabaixo e baixo eléctrico: Demian Cabaud
Ensemble: Carlos Azevedo

Estão abertas as inscrições para o Workshop Estarrejazz’08 (participação livre) pelo tel. 234811300 ou enviando os seguintes dados para o endereço de e-mail cineteatro@cm-estarreja.pt: nome, morada, código postal, contacto telefónico, classe de instrumento e nível de aprendizagem.

O workshop decorre de 19 de Novembro, quarta, a 21 de Novembro, sexta nos seguintes horários:
18H00 ~ 20H00 – aulas de instrumento
21H30 ~ 23H30 – aulas de classe de conjunto

 

Tomás Pimentel

Nasceu em Lisboa em 1960.
Depois de ter estudado piano, trompete e composição no Conservatório Nacional de Música em Lisboa colaborou na implantação da Escola de Jazz do HCP onde exerceu funções de direcção e docência, função essa que mantém.
Foi co-fundador do Sexteto de Jazz de Lisboa. Fez parte de grupos como o Quarteto de Zé Eduardo, o Decateto de Mário Laginha ou a Big Band do HCP.
Em 1991 forma o seu Septeto com o qual gravou em 94 o Cd "Descolagem".
Como membro destes grupos, participou em vários festivais nacionais e internacionais, de que se destacam o "Jazz num Dia de Verão" (Cascais),"Jazz na Cidade" (Lisboa), "Festival Internacional de Jazz" (Macau), "Jazz at Barbican Center" (Londres), "Edinburgh Jazz Festival" (Escócia) e "Brecon Jazz Festival" (País de gales).
Compôs música para dois filmes portugueses: "Contactos" e "Vertigem".
Escreve com alguma regularidade arranjos para Vitorino, Sérgio Godinho, Tito Paris (entre outros).


Ricardo Pinheiro


Ricardo Pinheiro é guitarrista de jazz, compositor e musicólogo. Licenciou-se em Música pela Berklee College of Music, e em Ciências da Psicologia pela Universidade de Lisboa. Doutorou-se em 2008 em Ciências Musicais pela Universidade Nova de Lisboa. Estudou com Mick Goodrick, George Garzone, Ed Tomassi, Ken Pullig, Wayne Krantz, John Damian, Ken Cervenka, entre outros. Realizou workshops com Phil Markowitz, Aaron Goldberg, Peter Bernstein, David Liebman, Mark Turner e Andy LaVerne. Integrou a Thad Jones/Mel Lewis Big Band e foi colocado na Dean's List da Berklee College of Music, como resultado do seu sucesso académico e musical. Enquanto estudante de música e doutorando, foi bolseiro da Fundação Luso-Americana para o Desenvolvimento, Fundação Ciência e Tecnologia, Centro Nacional de Cultura, e Berklee College of Music. Ganhou o prémio de investigação em Jazz Studies, "Morroe Berger - Benny Carter Jazz Research Fund" atribuído pela Rutgers University e o Institute of Jazz Studies, nos E.U.A. É actualmente Doutor Integrado no INET - Instituto de Etnomusicologia, Música e Dança, sediado na Universidade Nova de Lisboa.
Enquanto Professor, lecciona na Universidade Lusíada de Lisboa, na Escola Superior de Música de Lisboa, e na Escola de Jazz do Hot Clube de Portugal. Leccionou também na Universidade de Lisboa.
Enquanto músico, actuou nos mais importantes locais de performance em Portugal, tais como o Rivoli (com Peter Erskine), ou o Teatro São Luiz.
Actua regularmente com os mais proeminentes músicos de jazz portugueses.


João Guimarães


João Guimarães inicia-se no saxofone e no Jazz com Mário Santos aos 9 anos de idade e conclui em 2006, já com 22 anos a licenciatura em Jazz-saxofone da ESMAE. Até aqui frequentou workshops e aulas particulares com músicos que considera extrememente importantes para a sua formação como Mark Turner, Chris Cheek, Lee Konitz, Maria Schneider, Greg Osby, Miguel Zénon, David Binney, Bill McHenry, entre outros. Entretanto tem trabalhado em variadas formações da cena jazzística portuguesa dos quais se destacam o Demian Cabaud 4teto, Paula Sousa 5teto, João Guimarães 5teto e Liftoff. É membro da Orquestra de Jazz de Matosinhos com a qual gravou dois discos, um com repertório de Carlos Azevedo e Pedro Guedes, com Chris Cheek e Jordi Rossi e o outro com Lee Konitz/Ohad Talmor.


Marcos Cavaleiro

Nasceu em 1980. Frequentou o Conservatório Regional da Guarda, a escola Taller de Musics e o curso superior de jazz da ESMAE. Estudou com Hélder Brazete, Alexandre Frazão, Acácio Salero, Kike Colmenar, Marc Miralta, Michael Lauren, Ian Froman, Rodney Green. e participou em seminários com John Riley, Dan Weiss, Matt Wilson, Montez Coleman, Jorge Rossy, Guillermo Mcgill, Ohad Talmor. Ganhou um prémio de reconhecimento na 4ª Festa do Jazz. Integra a Orquestra de Jazz de Matosinhos, Quarteto Demian Cabaud, Pedro Guedes Quarteto, Carlos Azevedo Trio e já teve a oportunidade de tocar com Chris Cheek, Mark Turner, Phil Grenadier, Bill Carrother, Rich Perry, Mário Laginha, André Fernandes, Jeff Davis, Nuno Ferreira, João Moreira, Nelson Cascais, Sara Serpa, André Matos, Leo Genovese, Dee Dee Bridgewater, entre outros. Lecciona bateria na escola Valentim de Carvalho (Porto).


Demian Cabaud

Nasceu em 1977 na Argentina.
Graduado no Instituto de Música Contemporânea de Buenos Aires. 1995-1997
Graduado pelo Berklee College of Music Network in Argentina. 1998-1999.
Estudou contrabaixo com os maestros Hernan Merlo e Miguel Angel Villarroel.
Em 2000 recebeu o premio de honra do Conservatório Souza Lima em Sao Paulo. Brasil.
Bolseiro no ano 2001-2003 no Berklee College of Music em Boston, USA.
Residente em Lisboa desde 2004.
Faz parte regular do grupo da cantora Maria João e da Orquestra de Jazz De Matosinhos.
Tocou com Joe Lovano, Lee Konitz new nonet, Chris Cheek, Mark Turner, Rich Perry, Rick Margitza, Ohad Talmor, Perico Sanbeat, David Schnitter, Phil Grenadier, Darren Barret, Bill Carrothers, Albert Sanz, Mario Laginha, John Riley, Jorge Rossy, Francisco Mela, Dan Weiss, Ferenc Nemeth, Nuno Ferreira, Afonso Pais, André Fernandes, Andre Matos,Jorge Reis, Pedro Moreira, Joao Moreira, entre outros.
Como líder editou o seu cd "Naranja", toap music.
Participou nos discos de:
Leo Genovese "haikus II" , fresh sound new talent records,
Andre Matos "small worlds", fresh sound new talent records,
Orquestra Jazz de Matosinhos "invites Chris Cheek", fresh sound new talent records,
Lee Konitz-Ohad Talmor big band featuring OJM "portology", omnitone records,
Gonzalo del Val-Miguel Fernandez Vallejo "symploke quintet", indie,
Joao Lencastre and Communion "One", fresh sound new talent records,
Francisco Pais "school of enlightenment", POI records.


Carlos Azevedo

Nasceu em Vila Real, em 1964. Iniciou os seus estudos musicais no Conservatório de Música do Porto em 1982, concluindo a frequência do Curso Superior de Piano com a Prof.ª Arminda Odete. Frequentou ainda o Curso Superior de Composição da Escola Superior de Música do Porto, que finalizou em 1991.
Mestrado em Composição na Universidade de Sheffield (Inglaterra).
Participou nos Cursos Internacionais Projazz em 1990 (Sir Roland Hanna) e 1991 (Hal Galper).
Tocou em vários Festivais de Jazz destacando-se:
I Festival de Jazz Europeu do Porto (1991), II Festival de Jazz Europeu do Porto (1992), Festival de Jazz de Guimarães em 94 e 95, tendo, neste ultimo, a seu cargo a direcção musical para o concerto de encerramento, Festival Internacional de Jazz de Loulé em 97, Festival de Jazz de Matosinhos 97.
Foi-lhe encomendada uma obra para estrear durante o 9º Festival de Jazz do Porto em 1999, esta encomenda deu origem ao “Carlos Azevedo Ensemble”. Com este grupo representou Portugal no Festival de Jazz de Nantes, “Les Rendez-Vous de L’ Erdre” (2000), gravou um CD intitulado “Lenda” e tocou no Festival de Jazz de Guimarães de 2001.
Toca com regularidade, integrando diferentes formações, no Hot Clube de Portugal, B Flat Jazz Club.
Como compositor teve execuções das suas obras no Festival de Música de Espinho (Duo para Marimba e Viola de Arco), CCB "Obssesion" (para piano solo),V Jornadas Internacionais de Musica da Oficina Musical a "Analogicus" (música electroacústica), e na universidade de Sheffield "Ritual" (para 3 percussionistas) e "Contracello" (para Violoncelo e Contrabaixo).
Foram estreadas em 98 a peça para Orquestra de Cordas "Nem sempre o mar é azul", encomenda do Festival de Música da Costa Verde, e o Lied "Eu cantei já e agora vou chorando" sobre um soneto de Camões num concerto intitulado "Canções de Camões" integrado na programação dos concertos de domingo no Teatro Rivoli.
Durante o Porto 2001 foram tocadas as seguintes obras:
- "In Motion" para orquestra, Pela Orquestra Nacional do Porto Dirigida pelo Maestro Cesário Costa; “Um Natal Português”, Pela Orquestra Nacional do Porto e Coro da Sé Catedral do Porto, (Encomenda do Coro da Sé Catedral do Porto) dirigida pelo Maestro Oswaldo Ferreira;
- “Granito” para Contrabaixo e Cello, pelo Duo Contracello. Com esta obra ganhou uma Menção Honrosa no 2001 British & International Bass Forum Composition Contest.
Participou juntamente com os compositores Fernando Lapa e Carlos Guedes na composição da Opera “A Demolição” que estreou na Casa da Musica (2002).
Escreveu “Plugged Inês” encomenda do Teatro Nacional S. João para o espectáculo “Inês Eléctrica” (2003).
Compôs por encomenda do Grupo Drumming, "Drumming the Hard Way", que estreou no Teatro Viriato em Viseu (2003). Esta obra foi tocada inúmeras vezes pelo grupo Drumming, tendo também sido apresentada em Espanha e Brasil.
Foi em 2003 Membro do Júri dos Concursos de Composição Claudio Carneyro e Lopes Graça.
O seu Quinteto para Metais Jazzi Metal foi recentemente editado em CD pelo Royal Scottish Academy Brass, liderado pr John Wallace.
Foi um dos cinco Finalistas do “Brussels Jazz Orchestra International Composition Contest Award”, tendo dirigido esta mesma orquestra na final (2003).
Teve uma encomenda para a Tour de 2004 da European Youth Jazz Orchestra.
Em 2004 foi novamente finalista do “Brussels Jazz Orchestra International Composition Contest Award”, tendo ganho o primeiro prémio com a obra “Des It Matter".
Actualmente, lidera o seu Trio e dirige a Orquestra de Jazz de Matosinhos juntamente com o pianista e compositor Pedro Guedes.
Com a Orquestra de Jazz de Matosinhos já se apresentou em inúmeros festivais em que se apresentaram com solista como Bob Berg, Conrad Erwig, Ingrid Jensen, Mark Turner e Rich Perry. É professor de Análise e Composição na Escola Superior Musica e Artes do Espectáculo.