Sb 22 Nov 23H00
MÚSICA | BAR CTE 1,50€ | ENTRADA LIVRE PARA ESPECTADORES DO ESTARREJAZZ 2008
JAZZ LATINO | M/3
OUTONALIDADES’ 08 | AFTER-HOURS ESTARREJAZZ’08

SAMUEL QUINTO TRIO

LATIN JAZZ THRILL
[Enviar a um amigo]
Piano: Samuel Quinto
Baixo: Edamir Costa
Bateria: Gil "batera" Guimarães

Um impressionante trio de jazz latino, com uma qualidade e técnica surpreendente, que não submete-se às formas tradicionais e nos transporta para um envolvente universo musical de latinidade.
 
A criatividade do seu pianista (compositor e responsável pelos arranjos e selecção das músicas) revela um preciosismo criativo, uma incessante busca pela perfeição e paixão por ricas e singulares harmonias.

Uma inevitável comunicação entre o público e este trio é criada, convidando os sentidos com seus fortes ritmos e envolventes melodias, fazendo mesmo aos mais cépticos a este estilo musical renderem-se apaixonadamente.

Este é um projecto que tem cativado todo o tipo de público pois usa ritmos latinos, o que resulta em concertos com muito swing e grande energia, mas em que não falta a improvisação. Na verdade, tendo por principais referências musicais Michel Camilo, Chick Corea, Dizzy Gilespie, Chucho Valdez, Gonzalo Rubalcaba (entre outros), os arranjos que este trio executa (totalmente da sua autoria) conseguem cativar os ouvintes pela nova "face" que é dada a alguns standards, como Spain, Night and Day, Asa Branca, Summertime, Caçador de mim, além de originais que o trio tem executado nos últimos concertos.


 "...son de los grupos mas representativos del jazz latino en Portugal. Bosanovas, sambas o standares llevados al latin jazz."
Manteca Jazz (Espanha-Vigo)

Samuel Quinto, 34 anos, brasileiro, pianista de Latin Jazz e residente no Porto desde 2004 é o autor do projecto Samuel Quinto Trio, formado em 2005, e que teve a sua primeira apresentação na FNAC de Vila Nova de Gaia (Portugal). Desde então, tem actuado em diversas salas, quer nacionais (Casino da Figueira da Foz; Queima das Fitas - Porto, HotFive Jazz & Blues - Porto, B-flat Jazz-Matosinhos; Hotel Palace Bussaco; Servartes-Porto; Fórum Cultural de Vila Nova de Cerveira; Paços da Cultura-S. João da Madeira), quer no estrangeiro (Manteca Jazz-Espanha; Jazzclub Stell Werk-Hamburgo; Schlot Jazz & Cabaret-Berlin; Jazz im Dock-Berlin; Jacques Pelzer JazzClub-Bélgica).

Este trio é composto por 3 músicos brasileiros - Samuel Quinto (piano), Edamir Costa (baixo) e Gil "batera" Guimarães (bateria).


DUAS PALAVRAS SOBRE SAMUEL QUINTO

Samuel Quinto é um pianista de grandes recursos expressivos, pois alia a capacidade de improvisação – que lhe advém da prática do free-jazz – à memória da música popular brasileira e latino-americana em geral, permitindo-lhe o uso do piano como instrumento com a dupla função de sublinhar e amplificar contrapontisticamente melodias e vozes e sobretudo de apoiar ou mesmo fundamentar o ritmo, a cadência das frases, por vezes como se incorporasse a percussão.
Enquanto produtor ocasional de espectáculos da cantora-compositora brasileira da MPB Vanessa Pinheiro, em Portugal, pude acompanhar a participação de Quinto em Coimbra (no Teatro Académico de Gil Vicente, pertença da Universidade) e em Viseu, no espaço do antigo Mercado. No espectáculo de Coimbra, em que apenas o pianista emparceirou com a cantora, assisti a alguns solos deslumbrantes, simplesmente de arrepiar, pela emoção que perpassou na sala, com cerca de 400 espectadores. Na memória, perduram as batidas sincopadas, acompanhando uma canção de tom andaluz, e a interpretação a solo de uma partitura famosa. O concerto foi marcante para quem assistiu.
Posso afirmar que Samuel Quinto se empenha seriamente em qualquer ocasião, ao mesmo tempo que disfruta também do prazer que pode proporcionar, até mesmo quando ninguém o ouve ou, mais simplesmente, não compreende o seu fraseado.
Universidade de Coimbra, Março de 2006.
PIRES LARANJEIRA