UMA BAILARINA DE ALDARA BIZARRO

DOM 01 FEV 16H00

DANÇA | 2,50€ | 1,5€ [C/ DESCONTO APLICÁVEL A GRUPOS ≥8 CRIANÇAS]
PASSE UMA BAILARINA + PROJECTO RESPIRA [6FEV.] | 6€ | 5€ C/ DESCONTOS HABITUAIS
ENTRADA LIVRE DE UM ACOMPANHANTE ADULTO POR CRIANÇA

EVENTO INFÂNCIA / FAMÍLIA [1.º DOM. MÊS] | 70 MIN. | 7 AOS 12 ANOS
ESPECTÁCULO PARTICIPATIVO DE DANÇA PARA CRIANÇAS

Concepção e direcção: Aldara Bizarro
Interpretação/co-criação: Ainhoa Vidal (a interpretação é alternada com Ainhoa Vidal, Yola Pinto e Susana Mendes)
Concepção Musical: Anthony Wheeldon e Jesse Chandler
Concepção plástica: Teresa Caria (manutenção e adaptação final Mathieu Crespin)
Fotografia: António Rebolo e Nuno Neves
Concepção do suporte didáctico: Sara Barriga
Grafismo e ilustração do suporte didáctico: Margarida Botelho e André da Loba
Produção executiva: Tânia Guerreiro
Produção: Jangada de Pedra
Apoio: Centro Cultural de Belém
Projecto financiado pelo Ministério da Cultura/ Direcção Geral das Artes

Uma Bailarina… da coreógrafa Aldara Bizarro é um espectáculo/ atelier que foi concebido para ser apresentado a crianças dos 7 aos 12 anos em contexto escolar ou familiar.
Num formato que reúne aspectos inerentes ao espectáculo de dança e aspectos pertencentes à oficina de dança procura proporcionar novas leituras do espectáculo, suscitando a reflexão sobre matérias relacionadas com o corpo, enquanto objecto de saber e de sentir diferente do corpo habitual, dado no contexto escolar.

As Crianças são convidadas a ver uma dança executada por uma bailarina.
Através da pergunta “Qual a parte do corpo que gostas mais?” a bailarina estabelece um diálogo com o público em que lhes fala do corpo fazendo a ponte entre a natureza e o pensamento, acabando por fazerem todos (público e bailarina) a dança dos músculos.

A meio do espectáculo a bailarina leva o público para um lugar reservado da sala a fim de lhes contar um segredo. Diz-lhes de onde vem e fala-lhes do seu passado e da sua família. Com este discurso procura remeter para o significado da herança genética e da influência da cultura no corpo.

Por último, a bailarina agrupa o público dois a dois e distribui-lhes um conjunto de tarefas para executar, a fim de juntos, com o resultado dessas tarefas, criarem o corpo do local.
No final as crianças podem ter uma conversa informal com a bailarina colocando questões sobre o espectáculo.

Suporte didáctico - O Inventário do Corpo
Será entregue um suporte didáctico do espectáculo que consiste num conjunto de propostas para serem desenvolvidas na sala de aula ou em casa no sentido de criar um atelier próprio.
Procura-se, desta forma, proporcionar novas leituras do espectáculo suscitando a reflexão entre crianças e encarregados de educação no sentido de alargar e dar continuidade ao projecto após sua apresentação.

[ site oficial ]