JOS E O DESLUMBRANTE MANTO DE MIL CORES

DOM 03 MAI 16H00

DE ANDREW LLOYD WEBBER E TIM RICE

100CENAS

TEATRO | 7,5€ | 5€ [<16ANOS]
PASSE GERAL 100CENAS | 16€
PASSE 2 FINS-DE-SEMANA 100CENAS | 12,5€

EVENTO INFÂNCIA/FAMÍLIA [1.ºDOM.MÊS] | MUSICAL |80MIN. | M/6

Música: Andrew Lloyd Webber
Letras: Tim Rice
Tradução: Margarida de Lancastre, Maria Repas Gonçalves e João Repas Gonçalves
Produção: Beat Génesis – Produções Artísticas e AMVP (Academia de Música de Vilar do Paraíso)
Direcção geral: Ernesto Coelho e Hugo Berto Coelho
Direcção executiva: Luísa Coelho
Direcção Artística e direcção musical: Ernesto Coelho
Encenação: Rui Silva
Coreografia: Sara Lima
Desenho de cenografia: Jonas Ribeiro
Desenho de figurinos: Cristiana Lopes
Direcção de cena: Ana Carolina
Desenho de som: Pedro Mouga
Desenho de luz: Joaquim Madaíl
Caracterização: Júnior
Assessoria de imprensa: Porto de Ideias
Desenho gráfico: Elsa Oliveira
Audiovisuais: 2 You
Produzido em Portugal pela Beat Génesis – Produções Artísticas Lda com especial consentimento de The Really Useful Group Ltd

José e o Deslumbrante Manto de Mil Cores é um dos mais famosos musicais de Andrew Lloyd Webber, autor de obras tão famosas como Cats, Fantasma da Ópera ou Evita. É um musical de cor e ritmo sendo desde há vários anos aclamado na Broadway e no West End londrino como "o musical de toda a família", tendo sido recentemente inserido no Guiness Book of Records como o musical que mais tempo esteve em digressão.

Esta obra é baseada na estória bíblica de José, filho de Jacob, que tinha o dom de interpretar os sonhos. Com muitas peripécias e alguns quase-dramas, este divertido musical assume algumas semelhanças com a ópera-rock Jesus Christ Superstar, dos mesmos autores. Ficaram especialmente famosas as canções Any Dream Will Do, Close Every Door e One More Angel in Heaven.

Este espectáculo é apresentado com um elenco de actores/cantores profissionais, acompanhados por orquestra ao vivo, e conta com a participação especial de dezenas crianças de cada região onde o espectáculo é apresentado. Para os jovens participantes, José e o Deslumbrante Manto de Mil Cores é uma experiência inesquecível e extremamente enriquecedora, como se tem provado sempre que o espectáculo é executado.

Grupo de coros infantis (idades entre 8 e 16 anos) que desejem participar no espectáculo devem contactar o Cine-Teatro com a maior brevidade possível (cineteatro@cm-estarreja.pt; 234811300).

Sinopse

 

José é o filho preferido de Jacob, apesar de não ser o seu primogénito (mas o primeiro filho da mulher que mais amava). José nunca escondeu a sua posição de superioridade em relação aos outros 11 irmãos, que se ia manifestando através de sonhos em que a sua figura tomava sempre um lugar de destaque e liderança. O favoritismo, de que era alvo por parte do pai, valeu-lhe a malquerença dos irmãos, que o venderam como escravo a mercadores ismaelitas, por 20 moedas (sheqel) de prata.

Tendo sido, depois, comprado por Potifar (oficial e capitão da guarda do rei do Egipto), de quem se tornou o mais fiel e diligente dos criados, foi preso após acusação injusta da mulher do seu amo, depois de uma tentativa frustrada de sedução por parte desta. Na prisão, tornou-se conhecido como intérprete de significado dos sonhos, pelo que é chamado pelo Faraó, acometido de vários pesadelos. Depois de verificar a real capacidade de José, o Faraó nomeia-o governador do Egipto.

A história termina com o reencontro com os seus irmãos, arrependidos, e com a chegada destes, com seu pai, ao Egipto. É assim que o povo israelita se instala no Egipto, antes de ser escravizado e, mais tarde, libertado sob a liderança de Moisés.

A figura de José inspirou vários autores e artistas ao longo da história, devido à riqueza narrativa do relato que é, sem dúvida, uma das mais populares gestas bíblicas. Thomas Mann recontou a história em "José e seus irmãos" e Andrew Lloyd Webber, com "José e o deslumbrante manto de mil cores", passou a história para um musical de sucesso.

A figura de José inspirou vários autores e artistas ao longo da história, devido à riqueza narrativa do relato que é, sem dúvida, uma das mais populares gestas bíblicas. Thomas Mann recontou a história em José e seus irmãos e Andrew Lloyd Webber, com José e o deslumbrante manto de mil cores, passou a história para um musical de sucesso.

Em 1968 Andrew Lloyd Webber e Tim Rice escreveram a obra "Joseph and the Amazing Technicolor Dreamcoat" baseada na estória bíblica de José, filho de Jacob, e dos seus 11 irmãos. Inicialmente, esta obra foi pensada e composta como uma pequena cantata de 20 minutos de duração para ser exibida em escolas. Tinha um nível de dificuldade baixo para também possibilitar a participação de crianças no elenco. Posteriormente, os autores acrescentariam mais músicas, tornando essa pequena cantata num musical em dois actos, embora o tempo de performance actual não exceda a 1 hora de espectáculo. Entretanto, essas últimas modificações permitiram que esta obra ganhasse uma enorme notoriedade em produções escolares e amadoras em todo o mundo, de tal modo que não tardaram a surgir produções profissionais na Broadway e no West End de Londres, produções essas que incluem actualmente coros de crianças contracenando com actores/cantores profissionais, dando ao espectáculo um clima de cor, ritmo e alegria a par da qualidade garantida pela coexistência de artistas e músicos profissionais no elenco. Tal como um típico musical, esta obra está recheada de cenas hilariantes a par de temas emotivos.
Joseph and the Amazing Technicolor Dreamcoat é facilmente traduzido em qualquer língua (o título em português ficará: "José e o Deslumbrante Manto de Mil Cores") e é um dos espectáculos "para toda a família" mais produzidos em todo o mundo, especialmente na altura do Natal e Páscoa.
O presente projecto sugere a realização desta obra não só com artistas profissionais, mas também inserindo no elenco um grande número de crianças, provenientes da região, tornando-o não só apelativo, como um meio de educação e incentivo para as artes do espectáculo.

[ site oficial ] [ vídeo#1 ] [ vídeo#2 ] [ vídeo#3 ]