Pedro Tochas com novo espetculo de rua

O novo trabalho de Pedro Tochas será apresentado a partir de junho em várias cidades da Região de Aveiro. No passado domingo, 11 de maio, Estarreja recebeu a “Fase de Testes” da criação. Pedro Tochas quis reunir um grupo de observadores da comunidade, com o objetivo de avaliar o trabalho desenvolvido até agora pelo artista.

Um grupo restrito, composto por 22 participantes, passou a tarde do dia 11 de maio, no Cine-Teatro de Estarreja, ao lado de Pedro Tochas para conhecer o processo de criação dos seus espetáculos, os conceitos que prefere e as técnicas que utiliza. “Nariz Preto” é o nome do novo espetáculo de rua de Pedro Tochas, ainda na fase de aperfeiçoamento, e foi alvo de interação e crítica pelo grupo inscrito. Em setembro de 2014, Estarreja recebe o resultado final de um espetáculo que, através da mímica, teatro físico e artes circenses, evoca monstros e heróis numa “aventura épica” sem “aquele final tradicional”, explica Pedro Tochas.

Figurino, adereços, materiais e restante cenário, bem como a necessidade de improviso e de relação com o inesperado foi o que mais despertou interesse pelo grupo. Depois de assistirem à mostra do espetáculo, onde alguns foram chamados a interagir e entrar na performance, os observadores questionaram o artista e ficaram a conhecer algumas técnicas do seu trabalho e do processo criativo.

Pedro Carvalho, de 28 anos, viajou de Paços de Brandão até ao Cine-Teatro de Estarreja para ser um dos poucos no país a conhecer em primeira mão o novo espetáculo de Pedro Tochas: “Pensava que era um espetáculo normal, mas foi uma surpresa agradável, porque é sempre bom estar em palco e conhecer todo o background do espetáculo”. Um dos que também foi chamado a participar na ação do espetáculo foi Carlos Vieira. Com 22 anos, o animador sociocultural ligado às artes de palco, quis conhecer melhor a dinâmica de trabalho de Pedro Tochas. “Estava mesmo interessado em estar por perto e tentar perceber como funciona a técnica de trabalho dele”, explica Carlos Vieira, de Estarreja, acrescentando que a experiência “foi impressionante” e “enriquecedora”.

A Fase de Testes é a primeira parte do projeto de 2014 de Pedro Tochas. “Nariz Preto”, numa alusão ao “universo fantástico”, surge na sequência de uma encomenda realizada pela Comunidade Intermunicipal da Região de Aveiro (CIRA), no âmbito do projeto de programação cultural em rede – RUCI – ,para ser apresentado nos vários municípios que a compõem. Estarreja é um deles e recebe o novo espetáculo de rua de Pedro Tochas a 14 de setembro, em local e hora a anunciar.

A apresentação do espetáculo a estes grupos permite não só perceber a reação do público, mas também “afinar” algumas partes e detalhes. Para Pedro Tochas “este tipo de espetáculo, e a comédia em particular, depende da opinião do público e esta é a melhor maneira de testar. Sozinho não dá”. Com estas sessões o artista capta o feedback máximo da criação: “Tenho que experimentar sempre com pessoas novas, porque quero a surpresa do público. Tenho que trabalhar com um grupo que não sabe o que vai acontecer.” Nuno Filipe Pereira, participante de 39 anos que, juntamente com Cristina Azevedo, deixou Oliveira de Frades para passar a tarde em Estarreja com “um dos artistas portugueses mais conhecidos em todo o mundo”, concordou com Pedro Tochas já que o artista tem com o grupo uma “relação que não pode ter na rua. Aqui pode simular e ter uma opinião de quem vê o espetáculo dele”, aspeto importante “na construção do espetáculo e na construção da personagem”, sublinhou Nuno Filipe Pereira.

Em setembro, todos vão poder assistir ao novo espetáculo de Pedro Tochas, à versão final do trabalho que o grupo ajudou a desenvolver. Conforme referiu Pedro Carvalho, “fica a curiosidade de saber o que ele apanhou da sessão e o resultado final como será”.

+
http://www.cineteatroestarreja.com
http://www.facebook.com/cinestarreja
http://twitter.com/CTE__