Jafumega do concerto indito em Estarreja

A mítica banda rock portuense junta-se à Orquestra Filarmonia das Beiras num concerto inédito e exclusivo, em junho, no Cine-Teatro de Estarreja. Sérgio Godinho, Ruy de Carvalho, Mário Laginha, Victor Hugo Pontes, António Zambujo e Hamilton de Holanda são apenas alguns nomes do total de 43 eventos que o CTE recebe entre abril e julho deste ano.

O calendário de Estarreja volta a equilibrar as várias expressões artísticas, numa permanente atitude de democratização e descentralização culturais. No próximo quadrimestre o CTE abre portas à música e às artes performativas tal como à sétima arte, à poesia e literatura, em formatos que beneficiam a proximidade entre públicos, obras e criadores, com conversas após os espetáculos, ensaios abertos, sessões para escolas e famílias.

A chegada dos Jafumega ao auditório do CTE é a grande novidade da temporada. Pela primeira vez em Estarreja e ao lado de uma orquestra, a banda que vincou o panorama rock português nos anos 80 com êxitos elevados a hinos, volta a entrar em cena para celebrar o 10º aniversário da reabertura do CTE, num formato especial, exclusivo e inédito, que aventura sonoridades pop/rock na música orquestral.

O concerto dos Jafumega com a Orquestra Filarmonia das Beiras será no dia 20 de junho, mas ainda nos meses da primavera o CTE recebe o espetáculo Trovas & Canções (11 de abril), onde Ruy de Carvalho declama poesia com o filho, João de Carvalho, e o neto, Henrique de Carvalho, numa fusão de recital e concerto. No mês da Liberdade, Sérgio Godinho (18 de abril) irá percorrer os temas de marcaram os últimos 40 anos da sua carreira, dentro dos conceitos da Revolução dos Cravos, usando a música como bandeira de causas e consciências.

Fall” (15 de maio), de Victor Hugo Pontes, é a proposta de dança contemporânea. O coreógrafo vimaranense larga 7 bailarinos no palco do CTE, deixando-os “cair” física e moralmente. A partir da obra do barroco espanhol Pedro Calderón de la Barca, “La vida es sonho”, de João Garcia Miguel, estará em cena dia 29 de maio, não antes de dar vez ao fado transatlântico de António Zambujo (23 de maio).

Homenagem ao jazz

Maria João e Marta Hugon contracenaram com a Big Bad Estarrejazz em 2014. Dada a vez às senhoras, dia 1 de maio é Mário Laginha que se junta à orquestra do Festival de Jazz de Estarreja num concerto comentado e dedicado ao Dia Internacional do Jazz. A direção volta a estar a cargo de Pedro Moreira, num programa especial que celebra o jazz como expressão e manifesto de liberdade, solta os seus improvisos e inunda os ouvidos de verdadeiro prazer musical.

Sonoridades brasileiras no Café-Concerto e Auditório

Pelo 7º ano consecutivo a convergência de culturas acontece em Estarreja através do Festim  - Festival Intermunicipal de Músicas do Mundo. Palco da cidade com um dos principais carnavais do país, o CTE recebe, dia 3 de julho, dois grandes músicos brasileiros: o bandolinista Hamilton de Holanda e o cantor e estrela do samba Diogo Nogueira. Juntos formam “Bossa Negra” e ao vivo cruzam samba, choro e jazz com ritmo e talento.

Também do Brasil chega Momo, nome artístico de Marcelo Frota. O cantor e compositor atravessa o atlântico, a sós com um violão, e atraca dia 30 de maio no Café-Concerto do CTE, espaço que, na próxima temporada, se divide entre música e poesia com os jovens Contraponto (4 de abril) a anunciar a ressurreição, a voz da italiana Flo (26 de junho) e “Das Línguas” (9 de maio), de Catarina Lacerda e Susana Madeira, do Teatro do Frio, que põem a língua de fora para falar em bom português.

+
http://www.cineteatroestarreja.com
http://www.facebook.com/cinestarreja
http://twitter.com/CTE__