A msica como manifesto de Liberdade

Provou a censura, o exilo e a Liberdade da Revolução de Abril. Sérgio Godinho personifica o poder de manifesto e interrogação da música. O cantautor português vai ao Cine-Teatro de Estarreja celebrar a democracia no próximo sábado, dia 18 de abril, pelas 21h30.

“Liberdade” dá nome ao espetáculo, inspirado numa canção homónima composta em 1974 e inserida no álbum “À queima-roupa”, ponto de partida para uma carreira crescente em nome próprio e em solo democrático. Neste concerto, Sérgio Godinho recupera temas do seu repertório, de 1974 até hoje, percorrendo os discos e sucessos lançados no período pós-revolucionário. O portuense de 69 anos, dono de um império musical que espelha a condição do povo lusitano e onde se contam aclamados títulos como "Com Um Brilhozinho Nos Olhos", "O Primeiro Dia" e "É Terça-Feira", entre muitos outros, regressa a Estarreja para assinalar a Revolução dos Cravos, revisitando quatro décadas de carreira.

Usando a música como bandeira de causas e consciências e a palavra como arma de interrogação, Sérgio Godinho, acérrimo defensor da “Liberdade”, acrescenta à sua discografia inéditos como “Tem o Seu Preço” e “Na Rua António Maria”, tema de Zeca Afonso nunca antes publicado, apresentando-os no concerto do próximo sábado, no Cine-Teatro de Estarreja.

Os bilhetes para “Liberdade”, de Sérgio Godinho, encontram-se à venda e podem ser adquiridos na Bilheteira do CTE, no site da Bilheteira Online, lojas CTT, Fnac e El Corte Inglés.

SÁB 18 ABR 21H30
Sérgio Godinho

Sérgio Godinho voz
Nuno Rafael guitarras, percussões e coros
Miguel Fevereiro guitarras e coros
Nuno Espírito Santo baixo
João Cardoso teclado e coros
Sérgio Nascimento bateria e percussões
[MÚSICA] 12,5€ / 10€ (Cartão Amigo, Cartão Sénior e Jovem Municipal)

Concerto com babysitting

+
http://www.cineteatroestarreja.com
http://www.facebook.com/cinestarreja
http://twitter.com/CTE__