O filme mais premiado do cinema portugus estreia no Cine-Teatro de Estarreja

Tera, 29 de Janeiro, 2019

Este filme, que já estreou nas grandes salas de cinema de norte a sul do país no dia 24 de janeiro e foi produzido conjuntamente com a Filmógrafo e o Cine Clube de Avanca, é um inesperado “thriller” onde um médico, o Dr. Ivan, usa métodos extremos para conseguir que pessoas infelizes voltem a ter uma vida tão sublime quanto a sua.

O filme que em março de 2018 foi distinguido no Fantasporto 2018 com o Prémio de Melhor Ator, foi também exibido no AVANCA em julho passado, tendo uma fulgurante passagem pelo circuito internacional de festivais de cinema.

De março a dezembro do ano passado, o filme foi selecionado para as competições oficiais de 56 festivais de países dos cinco continentes, tendo recebido 34 prémios.

Este número impressionante de distinções faz de “Uma Vida Sublime”, não só o filme português mais premiado de 2018, mas também o mais premiado de sempre em festivais no estrangeiro.

Protagonizado pelos atores Eric da Silva, Susie Filipe, Rui Oliveira e Paulo Calatré, este filme arrecadou prémios para atores, realizador, argumentista, diretor de fotografia e vários prémios como Melhor Filme de competições na Albânia, Austrália, Espanha, Equador, EUA, Índia, Itália, Rússia, São Tomé, Tailândia e Portugal.

Este é o segundo filme de longa-metragem que Luís Diogo realiza, depois de “Pecado Fatal” e três curtas-metragens. Sendo o autor dos argumentos de todos os seus filmes, é também argumentista de filmes como “A Bomba” de Leonel Vieira e “Gelo” de Luís e Gonçalo Galvão Teles.

Esta película de ficção foi em parte rodada no Festival Internacional de Cinema AVANCA 2016, integrando o projeto “Creative Film Workshops”. Para além de Avanca, o filme foi igualmente rodado em Castelo Branco, Paços de Ferreira, Porto e Santo Tirso.

“Uma Vida Sublime”, que já estreou na Rússia, continua a percorrer festivais de cinema em 2019 e prepara igualmente estreias noutros países.